Textos de referência: Mateus 5:3-4

Livro aberto com sombra de anel em formato coração
Imagem de James Chan por Pixabay 

Ter fome e sede de justiça é simplesmente querer conhecer e prezar pelas coisas certas. Seu comportamento ao querer e fazer algo é de extrema importância para Deus. Somos chamados para fazer o que é certo – e não apenas o que nos convém. No Sermão do Monte percebemos um padrão nas bem-aventuranças: elas se apresentam em pares. Como neste exemplo: Nós choramos enquanto aprendemos a ser pobres em espírito, e quando nos tornamos mansos e humildes, temos fome e sede de justiça. Nosso texto de referência para as bem-aventuranças está em Mateus 5:3.

“Bem-aventurados os misericordiosos, pois obterão misericórdia. Bem-aventurados os puros de coração, pois verão a Deus”. A palavra “misericórdia” carrega o significado de “amor incondicional”. Quando somos misericordiosos, nossas intenções e motivações são questionadas porque este amor incondicional é difícil de ser compreendido, principalmente por pessoas que jamais o experimentaram antes. Quando amamos incondicionalmente, como Deus nos ama, nossas motivações são puras e verdadeiras. Na Palavra Deus fala que este é o tipo de amor que os discípulos devem ter com os outros para se tornar canais do amor de Deus. 

Ouça o áudio da aula da Lição 3 e 4 dos estudos do Sermão do Monte e seja edificado.

      03-Sermao-do-Monte
      04-Sermao-do-Monte

Este estudo é parte das lições 3 e 4 da plataforma de cursos bíblicos Encontro com a Palavra (ECAP), nossos parceiros.

Para se inscrever no cursos de forma gratuita, acesse o link www.encontrocomapalavra.net

Banner de divulgação de curso
Estudos do ECAP – Encontro com a palavra