Quais são os princípios da igreja Viva? Em Atos 2 temos seu exemplo que devemos seguir. A igreja viva tem vida com Deus, os irmãos e os incrédulos. Vamos ler Atos 2.41-47.

1.Vida com Deus, At 2.41-43.

Como nossos primeiros irmãos tinham vida com Deus, também devemos ter: Eles perseveravam na doutrina dos apóstolos, na comunhão, no partir do pão e nas orações. A doutrina dos apóstolos é o Senhor Jesus; a comunhão é com o Pai e o Filho; o partir do pão é a ceia do Senhor e as orações são feitas no nome do Senhor Jesus. Eles viviam no temor do Senhor e no nome de Jesus eles faziam sinais e prodígios. Isto tudo é a expressão da plenitude da vida de Deus na sua igreja.

2.Vida com os irmãos, At 2.44-46.

Como nossos primeiros irmãos tinham vida na igreja, também devemos ter: Eles estavam juntos nas casas e no templo ou lugares público, e tinham tudo em comum, atendendo os necessitados. Eles praticavam as mutualidades do corpo de Cristo, sendo a maior delas o amor.

3.Vida com os incrédulos, At 2.47.

Como nossos primeiros irmãos tinham vida com incrédulos, também devemos ter: Eles olhavam a igreja com simpatia, pois viam como ela vivia com alegria e louvor a Deus. A palavra “simpatia”, no grego é charis, isto é, graça. Há versões que usam a palavra graca. Significa que eles viam o testemunho da graça de Deus na vida deles. O saudoso Moisés nos dizia que a graça de Deus é o seu amor em ação.

“Enquanto isto…”

Certa vez ao ler esta este versículo 47, ressaltou-me a expressão: “Enquanto isto”, revelando-me que o Senhor acrescentava os salvos enquanto a igreja vivia o que diz os versículos anteriores. Assim eu aprendi a ler a Bíblia “de ré”. Os salvos eram acrescentados enquanto a igreja

… Orava… Era cheia do Espírito Santo.

Pessoa ajoelhada

O Berço da Igreja

Podemos dizer que o berço da igreja é a oração e a vida cheia do Espírito Santo. Por isso, o Espírito Santo sempre quer trazer de volta a igreja ao seu berço, ao seu princípio, a sua origem.

“De Repente…”

Vamos destacar a palavra “de repente”. Assim ocorreu a vinda do Espírito na festa do pentecostes, que era uma festa das primícias dos frutos da terra, o que lembraria os primeiros frutos da igreja. Mas o Senhor tudo faz assim, de repente. De repente a benção chega, a oração é respondida, o milagre acontece.

E diz a palavra que quando o Espírito veio, “encheu toda a casa”. Assim, o Senhor quer encher nossa vida, nossa família, nossa casa com sua presença, com sua glória, seu poder.

Vamos pois buscar a presença do Senhor para sermos transformados, renovados, cheios do seu Espírito.

Autor Pr. João Nelson Otto

Presbítero na Comunidade de Porto Alegre, pastoreando vidas desde 1979. Formado em teologia, casado com Sirlei Otto, pai de 3 filhos e avô de 10 netos. Autor do livro “O serviço dos santos”.

O texto acima expressa a visão do autor sobre o assunto, não sendo necessariamente a visão do site.