(2ª. Parte) A PORTA E O RIO DO MESSIAS

A profecia como ação extraordinária de Deus

Introdução

  • Vamos continuar nossos estudos sobre 2 dos eventos mais espetaculares dos últimos tempos
  • Título e subtítulo

Porta Dourada

  • foi a porta por onde Jesus entrou montado em um jumentinho

  • essa porta foi construída pelo menos 3 vezes:
  • Por Salomão – + 1.000 AC > destruído por Nabucodonosor + 587 AC
  • Por Neemias – + 400 AC > destruída no ano 70 DC
  • Por Solimão, o Magnífico em 1538 DC

Durante a sua longa história, Jerusalém foi destruída pelo menos 2 vezes, sitiada 23 vezes, atacada 52 vezes e capturada e recapturada outras 44 vezes.

  • porta fechada

Ezequiel 44:1-2(NVT)

1 Depois disso, o homem me levou de volta à porta leste no muro externo do templo, mas ela estava fechada.

2 Então o SENHOR me disse: “Esta porta deve permanecer fechada; nunca mais será aberta. Ninguém jamais a abrirá nem passará por ela, pois o SENHOR, o Deus de Israel, entrou por ela. Portanto, permanecerá sempre fechada.

Fotos da atual Porta Dourada:

Figura ilustrativa da porta original, desenhada por algum artista…

  • Em 1969, um professor de arqueologia chamado James Fleming estava inspecionando o portão atual.
  • De repente, o chão encharcado de chuva embaixo dele se abriu e ele se viu em um poço de ossos, ao olhar do topo para o poço em frente ao portão, oito pés abaixo da superfície.
  • Fleming fotografou sua descoberta, parte de um arco que é provavelmente o remanescente do portão original.
  • Quando ele voltou no dia seguinte, o túmulo havia sido selado com uma laje de cimento pelos guardiões islâmicos do cemitério e o buraco fechado com entulhos. James Fleming tirou algumas fotos do local, onde é possível identificar um arco de rochas.

Três fatos extraordinários sobre essa porta:

  1. Ela foi fechada para impedir que o Messias Cristão e Judáico entre por ela.

  1. Também um cemitério foi feito em toda a extensão do muro para impedir que qualquer judeu entre por ali.

  1. Está funcionando uma mesquita do lado de dentro da porta.

Uma ironia de Deus diante da obstinação de obstruir a vinda do Messias Cristão

A porta será reaberta, no futuro por ocasião da 2a. vinda do Messias por um abalo sísmico abrirá um novo caminho para essa porta

Zacarias 14.3-4

3 Então o SENHOR sairá para lutar contra essas nações, como fez no passado.

4 Naquele dia, seus pés estarão sobre o monte das Oliveiras, a leste de Jerusalém. O monte se dividirá ao meio, formando um vale muito amplo, de leste a oeste. Metade do monte se deslocará para o norte e metade para o sul.

Surgirá um rio (debaixo da porta) que correrá para o Jordão e para o Mediterrâneo

Zacarias 14:8

8 Naquele dia, fluirão de Jerusalém águas que dão vida; metade das águas correrá para o mar Morto e metade para o Mediterrâneo. Fluirão continuamente, tanto no verão como no inverno.

Mar morto

lindo e límpido como o Caribe

os dois rios subterrâneos no subsolo de Jerusalém

mar da Galileia – 200 mts abaixo do nível do mar – Mar da Galiléia, superfície de 8 mts de água doce e abaixo, água salgada

Dr. de Espírito Santo

mar morto – 400 mts abaixo do nível do mar – ainda mais morto

fontes de água salgada na profundidade e nas margens

mar morto revigorado

salgado, mas saudável – peixes de mar

salinas preservadas

Acordo entre Israel e Jordânia de trazer água do mar Vermelho (Ácaba)

Mar morto – Sua área é de 70 km de comprimento por 18 km de largura

Ezequiel 47:1-12 (NVT)

​1 Depois disso, o homem me levou de volta à entrada do templo. Ali, notei que jorrava água para o leste por debaixo da porta do templo e passava à direita do altar, do lado sul.

2 Ele me levou para fora do muro pela porta norte e me conduziu até a entrada leste. Ali, vi que a água corria pelo lado sul da porta leste.

3 O homem me conduziu pela água e, enquanto caminhávamos, ele ia medindo. Quando percorremos quinhentos metros, ele me levou para o outro lado do rio. Ali a água chegava aos meus tornozelos.

4 Ele mediu mais quinhentos metros e atravessamos o rio novamente. Dessa vez, a água chegou aos meus joelhos. Depois de mais quinhentos metros, chegava à minha cintura.

5 Então ele mediu mais quinhentos metros e ali a água era um rio fundo o suficiente para atravessar a nado, mas fundo demais para atravessar a pé.

6 Ele me perguntou: “Filho do homem, você está vendo?”, e me levou de volta à margem do rio.

7 Ao voltar, fiquei surpreso de ver muitas árvores que cresciam dos dois lados do rio.

8 Então ele me disse: “Este rio corre para o leste, pelo deserto, até o vale do mar Morto. Sua água tornará pura a água salgada do mar Morto.

9 Por onde a água deste rio passar, haverá muitos seres vivos. O mar Morto ficará cheio de peixes, porque sua água se tornará pura. Surgirá vida por onde esta água fluir.

10 Pescadores ficarão às margens do mar Morto. Desde En-Gedi até En-Eglaim, as praias ficarão cobertas de redes secando ao sol. O mar Morto se encherá de peixes de toda espécie, como os peixes do mar Mediterrâneo.

11 Mas os brejos e os pântanos não serão purificados; continuarão salgados.

12 Em ambas as margens do rio crescerão árvores frutíferas de toda espécie. As folhas dessas árvores nunca secarão nem cairão, e sempre haverá frutos em seus ramos. Produzirão uma nova colheita a cada mês, pois são regadas pela água do rio que nasce no templo. Seus frutos servirão de alimento, e suas folhas, de remédio”.

Zacarias 14:8 (NVT)

Naquele dia, fluirão de Jerusalém águas que dão vida; metade das águas correrá para o mar Morto e metade para o Mediterrâneo. Fluirão continuamente, tanto no verão como no inverno.

O conflito entre a ciência e a Profecia

Sim, por mais estranho que possa parecer, o mar Morto está, de fato, morrendo.

Ou melhor: secando.

Dos anos 60 para cá, o lago perdeu 35% de sua extensão.

O nível de suas águas desce algo em torno de 1 metro por ano, e se nada for feito, em apenas 40 anos não haverá uma gota sequer para contar a história.

O Dr. Henrique Lobo Gonçalves, do Espírito Santo

Mar da Galileia – 200 mts abaixo do nível do mar

Mar da Galiléia, superfície de 8 mts de água doce e abaixo, água salgada

mar morto – 400 mts abaixo do nível do mar – ainda mais morto

fontes de água doce na profundidade e nas margens

lindo e límpido como o Caribe

os dois rios subterrâneos no subsolo de Jerusalém

mar morto revivido

salgado, mas saudável – peixes de mar

salinas preservadas

Acordo (Israel e Jordânia) de trazer água do mar Vermelho (Ácaba)

Isaías 46:9-11 (ARA)

9 Lembrai-vos das coisas passadas da antiguidade: que eu sou Deus, e não há outro, eu sou Deus, e não há outro semelhante a mim;

10 que desde o princípio anuncio o que há de acontecer e desde a antiguidade, as coisas que ainda não sucederam; que digo: o meu conselho permanecerá de pé, farei toda a minha vontade;

11 que chamo a ave de rapina desde o Oriente e de uma terra longínqua, o homem do meu conselho. Eu o disse, eu também o cumprirei; tomei este propósito, também o executarei.

Então Jesus disse: “Eu sou a ressurreição e a vida.”

Poderoso até para ressuscitar o MAR MORTO através de um Rio de Águas Vivas

Apelo – oração

Amém e Amém!

Daniel Reis – Pastor por 52 anos, estudou no Seminário Bíblico Palavra da Vida, atualmente se dedica ao ministério de Mentoria da Equipe de Ministério da Igreja Batista Memorial de São Paulo. Casado com Maud Reis, pais de 3 filhos e avós de 7 netos.

O texto acima expressa a visão do autor sobre o assunto, não sendo necessariamente a visão do site.

Confira as outras partes deste estudo:

Parte 1

Parte 2

Parte 3

Parte 4