Certa ocasião, um perito na lei levantou-se para pôr Jesus à prova e lhe perguntou: “Mestre, o que preciso fazer para herdar a vida eterna? “

“O que está escrito na Lei? “, respondeu Jesus. “Como você a lê? “

Ele respondeu: ” ‘Ame o Senhor, o seu Deus de todo o seu coração, de toda a sua alma, de todas as suas forças e de todo o seu entendimento’ e ‘Ame o seu próximo como a si mesmo’”.

Disse Jesus: “Você respondeu corretamente. Faça isso, e viverá”.

Mas ele, querendo justificar-se, perguntou a Jesus: “E quem é o meu próximo? “

Em resposta, disse Jesus: “Um homem descia de Jerusalém para Jericó, quando caiu nas mãos de assaltantes. Estes lhe tiraram as roupas, espancaram-no e se foram, deixando-o quase morto.

Aconteceu estar descendo pela mesma estrada um sacerdote. Quando viu o homem, passou pelo outro lado.

E assim também um levita; quando chegou ao lugar e o viu, passou pelo outro lado.

Mas um samaritano, estando de viagem, chegou onde se encontrava o homem e, quando o viu, teve piedade dele.

Aproximou-se, enfaixou-lhe as feridas, derramando nelas vinho e óleo. Depois colocou-o sobre o seu próprio animal, levou-o para uma hospedaria e cuidou dele.

No dia seguinte, deu dois denários ao hospedeiro e disse-lhe: ‘Cuide dele. Quando voltar lhe pagarei todas as despesas que você tiver’.

“Qual destes três você acha que foi o próximo do homem que caiu nas mãos dos assaltantes? “

“Aquele que teve misericórdia dele”, respondeu o perito na lei. Jesus lhe disse: “Vá e faça o mesmo”.

Lucas 10:25-37

 Jesus estabeleceu um sistema de valores para ensinar pessoas como eu e você, sobre como viver e o que priorizar. Neste sistema, aprendemos a valorizar as escrituras, o ensino de Jesus, os feridos e perdidos, e o nosso próximo. Jesus amava as pessoas e nos ensinou sobre esse amor na prática.

 Certa vez, contando uma de suas parábolas, Jesus quis ensinar aos judeus sobre amar o próximo. Era cultura entre eles amar apenas quem lhes era conveniente e odiar os seus inimigos, mas Jesus veio demonstrar justamente o contrário. Ele amava a todos, sem distinção.

 Quando questionado quanto ao que fazer para herdar a vida eterna, Jesus voltou a pergunta ao perito da lei, para que ele respondesse o que estava escrito. Este perito então recita as escrituras, dizendo que deveria amar ao Senhor e também ao seu próximo como a si mesmo. Dito isso, Jesus revela que essa é a chave para viver eternamente.

 Um questionamento ainda permanecia no coração daquele judeu, foi quando ele perguntou sobre quem era o seu próximo. Amar as pessoas não era o seu costume, o que fez daquela pergunta algo genuíno. Ele realmente queria saber quem ele deveria amar.

 Jesus, no decorrer da parábola, quis ensinar que o nosso próximo é toda pessoa ferida que cruzar o nosso caminho. É todo aquele que está vulnerável, quebrantado, sozinho, perdido, que necessita de amor e de conhecer a Cristo, pois Ele é o único capaz de restaurar.

 Confesse o mesmo valor que Jesus deu ao seu próximo. Ame, acolha, ensine sobre a verdade de Cristo a cada um que você encontrar que estiver ferido, perdido, precisando de alguém. Seja canal restauração e salvação na vida dessas pessoas! E, se você se encontra nesta condição, receba de Jesus esse amor, pois ele valoriza a sua vida!

Encontro Com a Palavra é um estudo escrito pelo Dr. Dick Woodward e narrado na voz do Pastor Edson Bruno.

Ouça o áudio completo desta lição.

      O seu próximo - Valores de Cristo Ep. 35

Você pode iniciar o curso deste tema clicando no botão abaixo

INSCREVA-SE NO ECAP

Para se inscrever no cursos de forma gratuita, acesse o link www.encontrocomapalavra.net

Estudos do ECAP – Encontro com a palavra